Indonésia - Bali / Gili's - Nov 2012

Após uns dias em Lovina, uma pequena "cidade” pescatória no norte de Bali, dominada comercialmente por holandeses, e uma visita à ilha maravilhosa de Pulau Menjangan, arranquei para as ilhas Gili’s.


Meus senhores, aquele é o spot! Praias de filme, temperatura a 30ºC, água a 28 ºC... houve alturas de verdadeiro sofrimento J
Nas ilhas são proibidas motas ou carros e portanto, quem quer deslocar-se que ande a pé, de bicicleta ou de carroça. Gostei do conceito!

Confesso que, por aqueles dias, bebi mais bintangs (cerveja local) que água.
O local é super tranquilo e puxa ao convívio com locais e turistas, que se passeiam e interagem, tal qual uma peça de teatro em que cada um tem um papel a representar. Confesso que, ao final do 2º dia tinha a sensação que conhecia toda gente e todos me conheciam.

Eu estava numa zona mais tranquila, mas apetecendo, é chegar para a "direita de quem sai" e fileiras de restaurantes e bares dispõem-se em frente à praia. Uns mais preocupados com as luas-de-mel (que devem ser às centenas) e outros com as que possam vir a acontecer.
Festa e música ao vivo, a partir do pôr-do-sol, é o que se quiser.

Há uma mesquita nesta ilha (que por acaso estava ao lado dos Bungalows do Ozzy (onde me encontrava) e os chamamentos para a oração criam um ambiente extraordinário ao final da tarde. O mesmo não posso dizer à noite J

Fiz uma pequena excursão às outras Gili (são 3 ilhas) onde fiz snorkeling que me desunhei. Nadei com uma tartaruga, uma raia e dei de comer aos peixes (o que é uma ótima sensação!). Libertam-se bocadinhos de pão e uma nuvem de peixes começa a rodear-nos, de todas as cores e feitios, é mesmo uma experiência especial, parece um sonho.

Foi também aqui que fiz a minha 1ª surfada (é verdade, só nesta altura), num local claramente para prós e a não repetir (pelo menos para mim). Enfim, ainda assim, soube-me bem J

Dei também uma volta de bicicleta à ilha toda (7Km de perímetro) que apesar de lindíssima e já ser final de tarde, ia me liquefazendo dado o calor. Salva por uma bintang, continuei.

Fui ainda a uma festa na praia (estes senhores festejam a lua cheia e este mês houve duas!!), e, perdoem-me a expressão, como se diz em Espanha, digo-vos que foi "de puta madre", e eu nem gostava especialmente da música! Teve direito a fogueira e tudo. Foi muito divertido!



(NOTA: Esta crónica é relativa a uma viagem realizada em Novembro 2012, faz hoje precisamente 4 anos. Agradeço a foto do pôr-do sol à minha amiga Lucie Lucha Htrx)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Portugal - Projecto "Moreira Team" / Figueira da Foz - Jun 2017

Portugal - Florescer / Linda-a-Velha - Jun 2017

Espanha - Camino Santiago / Finisterra - Apr 2017