Indonésia - East Bali - Dez 2012



O meu amigo Luis Freire chegou, veio visitar-me. Tão bom! Deu logo para virar umas bintangs e falar bom português, fluentemente, sem gaguejos. Quase me senti uma intelectual!


No dia seguinte, surfada e fomos conhecer uma praia também lindíssima, Bingin. Esta praia fica muito perto de Padang Padang e esconde-se debaixo de um penhasco. Rochosa, como é costume nesta zona, faz fronteira com a praia “Impossibles”. O nome está associado às ondas e é capaz de não valer a pena descrever porquê.
Assistimos a um pôr-do-sol extraordinário (aqui são sempre momentos mágicos) e arrancámos para uma massagem, porque o Luís precisava e eu achei que a mim não me fazia mal 😉

Entretanto tive um percalço com a internet. Aqui, tenho que carregar o modem mensalmente. Comprei o dito carregamento, foi dado como tal, mas depois os créditos não caíram. Começou então uma aventura que deve ter durado uns bons 3 dias. Para resumir, fui até Kuta 2 dias seguidos (coisa que para mim é de evitar) e, por fim, era só um problema de comunicação... Quase que estragavam a minha áurea de boa disposição que tenho vindo a ganhar aqui, mas aguentei-me😏

Entretanto, aqui a menina decidiu arrancar com o Luis para East Bali! Meus senhores e minhas senhoras, esqueçam tudo o que vos disse até agora. Aquele é que é o spot! Tão bonito que não sei se descreva. 

Depois de termos ido outra vez a Kuta (por causa da internet), sermos parados pela polícia, subornado o senhor em causa (conforme manda a boa educação), arrancámos e começámos a fazer a costa Este, parando em praticamente todas as praias acima de Sanur. Posso dizer que Purnama, Saba, Lebih, Klotec e mais algumas, são praias de areia preta, bonitas mas não tão extraordinárias como as do Bukit (na minha opinião).
Chegados a Padang Bai, começámos uma aventura. Padang Bai é uma praia de onde arrancam barcos para outras ilhas, como Lombok ou Lembogan. Depois de termos despachado uma boa dezena de pasteis, que se vendem com frequência na rua, resolvemos arrancar e fazer uma estrada absolutamente inacreditável de bonita, embora secundária.
A estrada faz toda a costa Este e atravessa pequenas aldeias. O interessante é que, apesar de junto ao mar, estende-se por motanhas, cheias de curvas que proporcionam panoramas lindíssimos, recortados por frondosa e luxuriante vegetação e interrompidos, de quando em quando, por rios ou cursos de água mais pequenos. Os campos de arroz e as florestas de palmeiras mantém-se mas aqui sobressai a vegetação de montanha, sempre a acompanhar o mar.
As pessoas, não sei se por serem amáveis se por curiosidade de verem estrangeiros, cumprimentavam-nos a todo o momento e, confesso, não consegui (nem consigo) parar de sorrir. Sabe bem e há uma genuína vontade de corresponder a tanta simpatia.

Acabámos por ficar a 6 km de Amed, num sítio muito muito simpático que julgo chamar-se "Buda Bangalows", mas que o dono não podia ser mais indu! 😀 

(NOTA: Esta crónica é relativa a uma temporada passada na Indonésia, em 2012)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Portugal - Projecto "Moreira Team" / Figueira da Foz - Jun 2017

Portugal - Florescer / Linda-a-Velha - Jun 2017

Espanha - Camino Santiago / Finisterra - Apr 2017