quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Brasil - São Paulo, Nossa São Paulo! - Mar 2016

Estive na  Nossa São Paulo (sim, porque vim a trabalho) e agendei reunião.
Para ter a certeza eventualmente que valeria o esforço, deram-me um relatório muito interessante sobre a metodologia deles, que já comecei a ler. Vale mesmo a pena investigar o trabalho que fazem.
Fui recebida pelo Américo Sampaio, um homem muito gentil e inteligente que me explicou o funcionamento da organização. Este Movimento surgiu da percepção de que, no Brasil, a atividade política, as instituições públicas e a democracia estão com credibilidade abalada perante a população (só no Brasil, que o resto do mundo funciona lindamente e não se passa nada de semelhante J).
A meu ver, estes senhores fazem um trabalho essencial! Promovem iniciativas que levem a sociedade a valorizar e a agir de acordo com os valores de desenvolvimento sustentável, ética e democracia participativa.
Há já algum tempo que esta é a minha paixão, a promoção da participação ativa e da cidadania. Assumo que esta visita à Nossa São Paulo foi tão importante que, naquele momento, foi vivida por mim quase de forma violenta. Aqueles senhores estão a anos de luz de facto. Um murro no estômago mas seguramente uma inspiração!


Entretanto, quis cumprir a incumbência que me foi traçada pelo meu primo Silas e entregar uma encomenda ao seu amigo Marcelo Costa. Sorte a minha, já que o Marcelo é um jornalista muito simpático e a pessoa mais apaixonada por São Paulo que conheci! Para além de me dar a perspetiva dele dos acontecimentos que assolam este país, passeou-me toda a santa tarde. Foi Av. Paulista, MASP, Centro, Copan, Itália, Martineli, com direito a pastel de carne pelo meio e tudo! Adorei! E um dia que não tinha nada para acontecer, aconteceu da melhor maneira.
  


o Tiago e eu acabámos a jantar uma mandioca com uma carne especial (que eu tenho dificuldade em explicar), muito "gostosa", que acompanhámos com umas cervejas (naquele restaurante não havia chopp ;))
O Filipe, um artista plástico que combina a fotografia no seu trabalho, juntou-se a nós e tivemos a oportunidade de discutir diversos assuntos, nomeadamente a situação política atual e a importância que os brasileiros dão aos portugueses de uma forma geral - leia-se, nenhuma!

(Nota: Esta crónica é relativa a viagem realizada em Março de 2016)

Sem comentários:

Enviar um comentário